Nova forma de usar o FGTS

Ainda está em tramitação no congresso a proposta para alterar a lei do FGTS e permitir que se utiliza 40% do saldo para quitação de dívidas com algumas restrições.

1) Deverá ser comprovado que a dívida corresponde a parcela maior que 30% da renda bruta do titular.

2) Ter o nome no cadastro negativo de crédito (SPC, SERASA e outros) a pelo menos 6 meses da data do pedido.

A proposta foi enviada por Paulo Bornhausen do DEM de SC.  A justificativa dele é de que este é um patrimônio do trabalhador e este, quando endividado, deve poder utilizar deste benefício. Além disso ele ainda comenta que o rendimento do FGTS tem se situado abaixo da inflação o que é uma verdade.

A seguir o rendimento do FGTS nos anos anteriores. E para quem quiser se informar sobre como utilizar, leia neste link a lei completa.

2009 – 3,9%
2008 – 4,5%
2007 – 4,6%
2006 – 5,2%
2005 – 5,9%

Isso é uma faca de dois gumes, ou legumes como dizem ahuahuahu.

Acredito que tenha sido com a maior das boas intenções, permitindo tirar famílias endividadas do buraco e de lambuja, como diz-se na minha terra, diminuindo a inadimplência.

No entanto tem muita gente que vai contar com isso para fazer suas compras e recorrer sempre ao FGTS. Isto para pessoas que não tem o bom hábito de guardar uma % do que ganha e assim a bola de neve sem fim continuará a crescer para estas pessoas, e particularmente, conheço várias. Compulsivos compradores que acham que sua conta não tem fim e quando percebem estão em uma baita enrascada. Bom, essas pessoas não aprenderão de qualquer forma, pois qdo receberem seu bolo após aposentar-se também o gastarão por completo ficando novamente sem $.

Mas como disse no princípio será ótimo para as pessoas corretas que por algumas “pegadinhas” da vida acabam se endividando, um acidente, um temporal (normalmente nesses casos o governo já libera), um bom tempo sem conseguir emprego… sei lá.. tem inúmeras situações.

Enfim.. acho uma ótima idéia, afinal o dinheiro é nosso e deve estar a nosso dispor em casos extremos.

Gastadores compulsilvos, entendam EXTREMOS, casos que fogem do nosso controle e não para cobrir gastos excessivos por falta de controle.

Anúncios
Comments
One Response to “Nova forma de usar o FGTS”
  1. José Paulo Remor disse:

    O problema é alimentar a inadimplência! Tomara que a malandragem brasileira não predomine!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Political Blogs - BlogCatalog Blog Directory

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

%d blogueiros gostam disto: