E o regime continua…

Não é estranho que depois de tanto tempo esse assunto de ditadura ainda continue rolando no Brasil? É que ela nunca acabou. Os fatos foram distorcidos, as verdades manipuladas e os interessados trabalhando na manutenção dos seus interesses. Já não é algo que se vê na janela de casa todo dia, mas é baseado em montagens e esquemas bem planejados.

A história começa lá na fase colônia onde quem era dono de plantações de café tinha seus escravos e mandava na área. Demoramos mais que os outros para acabar com a escravidão que veio com a primeira manipulação no sistema. Trabalho remunerado, mas mal remunerado. O pouco já fazia a alegria do novo cidadão, que segundo o Lula herdou a filosofia de paz dos portugueses. Lula tem razão (finalmente). E os antigos “senhores de engenho” agora viraram banqueiros, políticos e militares. Tempo depois “tomam o poder”. Na verdade já andavam por lá, decidiram somente impor as regras do jogo no embalo da filosofia que crescia mundo afora. Teve até um repórter engraçadinho do Marinho (com o nome Folha de São Paulo) que chamou de “ditabranda”. Criam ódio no povo da paz, mas antes do povo retomar a ordem, eles mesmos retomam, de forma mais amena e mais suave. Colocam no novo título a palavra democracia. Ficou tão mal explicado o assunto que hoje passam o dia acusando de terroristas quem lutou contra a ditadura e falam como se ela não fosse algo tão ruim assim. Eles têm direito a ter essa opinião, vai de nós gostarmos da ideia.

Offline acontece o carnaval, concessão de TV para amigos (Antonio Carlos Magalhães e Marinho) com dinheiro dos EUA para fundar a Globo. Já notaram como toda reportagem na globo tem uma pitada de EUA? Com o controle da informação, as coisas entram na linha… deles. Ganhamos copa de 70, eleições, globo, xuxa, chacrinha, mega carnaval no Rio. Ô coisa boa… Chegou a dar a impressão que carnaval só existe aqui.

Até aí o reinado completo é da direita, mesmo com eleições. Mas a quantidade de cagadas tirou o brilho e deixou espaço para o PT. Mas não pensem que foi fácil. Não foi vontade do povo, foi esquema. Somando a fragilidade do antigo regime com o sistema de coligações e divisões de cargos, temos o novo governo. Uma filosofia nova, porém com a base antiga. Resultado: muita corrupção. Olhando de longe é quase igual ao antigo regime. De perto é fato que os pobres ganharam espaço, pois é o mínimo que se espera de uma esquerda.

Vem então a “nova arte”, quando a turma começa a jogar. Um exemplo é o nosso DEM, antigo PFL. Só nosso e tão nosso que nada se assemelha aos democratas dos Estados Unidos. Só no nome mesmo. A troca foi necessária para aliviar o desgaste. Dentre os integrantes, a maioria figurava entre os ditadores. Hoje disfarçam quando lembrados do assunto e chegam a subir em palanques para dizer que combateram o regime. Amim é um exemplo disso. Prefeito de Florianópolis por duas vezes, uma por indicação do regime e outra por voto. É o povo aprovando o regime militar. Talvez sem saber pois eles colocam na suas figuras da imprensa o papel de divulgar sua filosofia* e confundir o processo. Agora aparece tanta gente que combateu o regime que é de se estranhar. A realidade tem que ser distorcida, pois a verdade seria perda enorme de votos. Agora estamos ai com o PSDB também muito gasto, planejando uma junção de um lado e um novo partido do outro. Só vejo problema no nome, porque DEM já existe.

E do lado oposto (não tão oposto assim) o PMDB. Preparando o mega bloco. Junto com PR, PTB, PP, PSC. É, o PP do militar Bolsonaro e do nosso amigo Amim. As cartilhas dos partidos entram em conflito em todas as linhas. Mas estão lá, sempre com seu espaço garantido. Não aparece tanto nas notícias principais pois está sempre por debaixo dos panos, decide o que entra o que sai do governo. Afinal de contas, o discurso do Lula antes e depois de governo é diferente porque precisou dessa coligação com o PMDB.

Em paralelo surgem partidos sem expressão que tentam inclusive usar outros meios. Que bom que não deram resultado e o Eymael com o PSDC é a prova disso. Eu queria saber como funciona o D no meio do social cristão. Se alguém souber me explicar deixo um “post” disponível pra isso.

Portanto, sobram de bom nessa história os partidos menores que cresceram com os desligamentos do PT por incompatibilidade de filosofias. Bom no sentido de serem uma possibilidade de mudança e não uma certeza de resultado. Certamente teremos coisas novas para reclamar, mas sem a grande turma do caixa 2. Precisamos lembrar que muitos que se desligaram, fizeram enquanto o PT estava na situação. Marina é um exemplo. E o interessante é como existem entre eles variantes de filosofias que são suficientes para agradar a todos os gostos. Mas ninguém votava neles, até que finalmente temos um número expressivo para começar a entrar na briga.

Vamos mudar. Vamos lembrar na próxima oportunidade de votar pela primeira vez. Essa história já está batida e não dá resultado!

* Para entender melhor como funciona a imprensa por aqui, vale ler esse guia dos 10 métodos que a mídia 
usa para nos manipular. Foi escrito por Noam Chomsky professor de linguestica do MIT, EUA. Destaco o 
item 5: Dirigir-se ao público como se fossem menores de idade.
http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/noam-chomsky-as-10-estrategias-de-manipulacao-midiatica.html
Anúncios
Comments
3 Responses to “E o regime continua…”
Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] já coloquei, Lula simplesmente complementou o governo do PSDB. A atuação é a mesma. Lula toma decisões sem consulta como se tomava na época dele. Afinal […]

  2. […] falar o que quiser dentro dos limites da constituição. Para começar, vale ler e entender como funciona a manipulação na mídia (Post “E o regime continua…”). Depois, sem pena, cancelar a assinatura daquele […]

  3. […] Dois comportamentos que não condizem com quem busca um país melhor. Pensemos em escolher pela primeira vez um representante na próxima oportunidade. Por isso, não sou a favor de cassar Bolsonaro pois ele […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Political Blogs - BlogCatalog Blog Directory

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

%d blogueiros gostam disto: