Transtorno de Déficit de Atenção no trânsito

A Comissão Federal de Viação e Transportes aprovou hoje o Projeto de Lei 7483/10, do deputado Osmar Terra (PMDB-RS), que obriga os motociclistas a realizar o teste para diagnóstico do Transtorno de Déficit de Atenção e/ou Hiperatividade (TDAH).

É perfeito. Depois de tanto baixar as velocidades nas cidades e não ter resultados, começa a segunda etapa. Atacar a causa certa. Pena que esta etapa só vem quando não existe mais opção. Mas veio. Como exemplo, para verificar que redução de velocidade não melhora em nada, a seguir um gráfico de acidentes por habitante em Jaraguá do Sul. A informação vem do site da prefeitura. E é de conhecimento de quem vive aqui que a velocidade reduziu mesmo.

Fonte: Documento da prefetira de Jaraguá do sul.

Podemos comparar o numero de acidentes com o número de pessoas na cidade. (dados do crescimento populacional também retirados do site da prefeitura).

Fonte: Wikipedia.

Verificando apenas os acidentes sem vitima, vemos que ele cresceu 44%.  Os acidentes com vítima, em amarelo no gráfico, cresceram 57% no mesmo período. Número acima da polulação que de 2004 a 2008 cresceu em aproximadamente 11%. Mais gente, trânsito mais lento, e mais acidente. Interessante não?

Outros detalhes coletados. O número de acidentes em cruzamentos em 2009 foi o dobro dos acidentes em reta e sete vezes o número de acidentes em curvas. Vamos abrir cursos sobre como trafegar em cruzamentos! Pode até ser com dinheiro público. O que vai ser economizado em saúde paga o curso gratuito. O custo total dos acidêntes só no ano de 2009 foi de R$ 27,5 milhões.

Com todos esses dados não resta dúvida que o problema é falta de atenção, assim como o mesmo documento da prefeitura conclui chamando de imprudência a maior causa. Como os “sem prudência” estão passando no teste de prudência do DETRAN? Só para entender o que quero dizer, a palavra prudência vem do latim prudentia (que significa previsãosagacidade. Frequentemente é associada com a sabedoria,introspecção e conhecimento. Estamos dando carteira a quem não sabe dirigir. Resultado da auto-escola obrigatória.

Voltando na lei, ela foi baseada num estudo que levantou relação de acidentes com o distúrbio de déficit de de atenção. Não seria necessário nenhum estudo para saber disso. A falta de atenção é a causa de problemas diversos no trânsito e acidentes são só uma consequência desses problemas.

A lei parece interessante. É um primeiro passo. O que preocupa é como ela vai ser aplicada. O exame será obrigatório como o exame médico na expedição e na renovação da carteira. Apenas para motociclistas. E os motoristas de carro não sofrem desse distúrbio? Parece mesmo que o objetivo ainda não é melhorar o trânsito. A preocupação é com os motoqueiros, que causam um gasto extra em saúde todos os anos, devido aos acidentes. Além disso, se o exame for similar àquele para tirar a carteira (incluindo psicológico, médico e a prova teórica e prática), estamos mal denovo. Hoje não existe avaliação pois o custo do processo é bem alto. Pagou, passou.

Mais uma da república das…

Como diria aquela frase famosa: “Lei serve para disfarçar um problema que ninguém sabe como resolver”. Esse é um caso típico.

Anúncios
Comments
3 Responses to “Transtorno de Déficit de Atenção no trânsito”
  1. Mariano disse:

    Existem muitos motoristas imprudentes, podemos ver nas estradas constatemente esse LIXO DE GENTE, que para ganhar alguns segundos prefere colocar a sua e a vida de outras pessoas em risco! Tenho NOJO desses idiotas.
    Mas nas cidades não tenho dúvida que 90% dos acidentes são por falta de atenção. Quantas batidas presenciamos na traseira de outros carros no transito congestionado? É pura falta de atenção!
    Cruzamentos também, o motorista passa meio dormindo não vê o motociclista ou outro carro.
    Obviamente ainda existem alguns agravantes, algumas rotatórias são tão altas que dificultam a visibilidade de outros carros, facilitando esse tipo de acidente, como é o caso da rotatória da entrada de Schroeder/SC.

    • Importante é ver que a fonte é sempre imprudência e não velocidade como andavam pregando. Provavelmente quem iniciou essas campanhas somente sobre velocidade é porque não sabe dirigir, é “imprudente” e quer defender somente seu lado. Ou então a turma q quer vender mais e mais carro e claro, pra isso tem q distibuir carteira de motorista. Isso é o que mais me preocupa pois vejo risco generalizado. Também tenho a impressão que 90% dos acidentes são somente imprudência, imagina resolver isso o quanto não seria economizado.

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] a falta de atenção, mesmo com o trânsito lento temos números incríveis de acidentes (ver Artigo), com números muito acima do crescimento populacional, mesmo que cada dia mais lento. Dia de chuva […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Political Blogs - BlogCatalog Blog Directory

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

%d blogueiros gostam disto: