A economia fechada do Brasil

Saiu no Latin Business Chronicle uma reportagem sobre a economia brasileira.

Ela comenta que a economia fechada do Brasil, uma das mais fechadas do mundo, precisa mudar e amadurecer. Resumem dizendo que o “Brasil é uma jaula”, apesar de bonito. As consequências dessa economia fechada são aquelas mesmas que vemos todos os dias.

  • Preços absurdamente altos sem justificativa.
  • Baixa qualidade de produtos os quais somos forçados a aceitar.

Dentre o destaque para os produtos caros e de baixa qualidade são exemplos os automóveis, o transporte aéreo e os serviços de telefonia e TV paga. Os preços desses são absurdamente superiores aos outros países. Os serviços turísticos também sofre deste mal. Antes de ser um problema para o turista, é um problema para os 190 milhões de brasileiros.

Essa economia fechada foi associada ao caos gerado pela necessidade de rápida industrialização do país no pós segunda guerra mundial. Na briga para evitar a entrada de bens importados de baixíssimo preço vindo dos países já industrializados, a política brasileira decidiu fechar o mercado, importando maquinário para industrialização e sobretaxando bens. Também se fez pouco pelos portos, estradas e aeroportos do país.

Nos anos 70 ocorreu o pico da industrialização, aparecendo muitas fábricas de automóveis, têxteis e de aviões. Foi o famoso milagre econômico. Infelizmente olhando apenas para essas áreas os serviços básicos foram esquecidos. O governo então decidiu investir em empresas para competir com as grandes de fora, como Siemens, Bell Labs, Alcatel, IBM e ITT. O artigo chama o projeto do governo de extravagante pois estas de fora do país já eram muito bem estruturadas e para chegar ao nível competitivo delas era preciso fazer o impossível. O sonho acabou no final de 82 e o país voltou a trabalhar com as áreas dos quais tinha vantagem, mas o protecionismo se manteve. Ai começaram os altos valores desses itens que já comentamos, motivado pelo alto valor do dinheiro. Foi então que a indústria brasileira forte, entre elas as mineradoras, papel e celulose, petro-química, construção e energia, decidiram investir fora do país e não aqui dentro, comprando várias empresas similares nos países vizinhos sul americanos e brigando forte em economias européias e norte americanas.

A pobreza no Brasil foi motivada pela ausência delas em território brasileiro. Como consequência tivemos esses altos preços dos produtos e serviços, e pela falta de empregos devido ao foco internacional das nossas companhias. A Brasil Inc. como o artigo chama essa indústria brasileira, teve total apoio de Brasilia, criando a grande jaula brasileira com administradores muito ricos.

Comentários

De fato o artigo coloca aquilo que sempre vimos no Brasil, um país de poucos. Daqueles poucos que fundam a fábrica de automóveis e os vendem a preços exorbitantemente superiores ao resto do mundo. Dos fundadores dos péssimos e caros serviços de telefonia o qual nos mantém com links de 1 ou 2Mega garantindo apenas 10% da banda com total apoio da ANATEL. Daqueles poucos que fundaram única rede de TV, dona também dos maiores jornais e rádios. A elite.

O governo do PT veio para impedir o crescimento deste império, mas não para resolver os problemas dele. Enquanto ficavam reclamando das privatizações o problema era bem mais abaixo. Por enquanto permanecemos com os piores e mais caros automóveis, disputando banda de internet e vendo nossos políticos manterem seus aumentos salariais astronômicos para garantir a fatia da elite. Nesse ponto de vista não tivemos nesses oito anos de Lula muitas coisas diferentes do governo anterior, infelizmente.

 

Anúncios
Comments
7 Responses to “A economia fechada do Brasil”
  1. augustinho disse:

    Pois é na tal ” fechada” que as multis aqui ganham mais. E socorrem suas matrizes.
    POIs entao vamos fazer uma cosita: reduzir o preço das chamadas telefonicas ao preço europeu…(e a Telefonica que se lasque e pronto!). As tarifas bancarias e os juros ao nivel europeu e japones…
    VOCEs ja repararam que antigamente tinhamos o carros que eram ” carroças” mesmo e hoje os equivalentes disso sao os celulares e assemelhados que sao ruins e dando lucro as multis fazem a mesma funçao das carroças, alem do status… do TRECO de ultima geraçao??Ora, não enche, tá!
    E depois tem uma coisa: o brasil é grande, é nosso, tem mercado interno e tem peso até SOZINHO.
    Nao vamos abrir no jogo dos outros, porque para eles crescerem 70 ou 100 anos atras eles fizeram exatamente fechamento. Agora aguentem. E se quiserem lucro, venham aqui nos dar emprego a´nós
    e nao aos chineses.

    • Augustinho, acredito q a situação seja mais relativa ao apoio de brasilia ao fechamento. E o fechamento é interno. A falta de incentivo para alguns setores. Veja o efeito de abrir e investir (reduzir impostos) em um mercado como o dos computadores. Em muito pouco diferenciamos nosso mercado do de fora. E o pobre (finalmente isso foi algo de util) pode ter seu computador pra ficar longe das noticias PiG.
      Alem disso, eles estão comparando com outros mercados q são mais abertos e que crescem a ritmo mais acelerado.
      “É na tal fechada que as multi ganham mais.” E nos (consumidores) ficamos a ver navios. Na abertura, a concorrencia pega e nivela. Serviços de qualidade e a preços justos.
      Particularmente concordo com o artigo.

  2. Alexandre disse:

    Com relação à telefonia, banda larga e à anatel, venho dizer que a culpa desses preços vergonhosos é da LGT (lei geral das telecomunicações) criada pelo Fernando Henrique e sua turma, o que impede o governo atual de tentar mudar os preços que eles praticam, e se tentasse, perderia fácil na justiça, pois a LGT É LEI. Não é à toa que o gov. federal criou o plano nacional de banda larga para enfrentar o DESCASO das operadoras com relação a levar banda larga a TODO o país, e a preços mais decentes, INCLUSIVE sem obrigar o cidadão fazer compra casada (internet + telefone – e até mesmo tv a cabo em alguns casos). Mas os preços ESCORCHANTES cobrados serão revistos em 2012, quando acaba o “acordo” celebrado pelo Fernando Henrique com as operadoras. Isso é que deu votar no psdb, né? Não tenho esse peso na consciência. Votei certo SEMPRE.

    • Alexandre, sou um desses q brigou pelo fim da venda casade internet+telefone e vi a briga envolver anatel, defendendo a porquice da Brasil Telecom. A BR telecom chegou a dizer na minha cara que tinham um sistema novo com tecnologia nova, BRturbo SL (sl de sem linha) que ai sim poderiam vender sem linha. Isso aconteceu quando eu já tinha internet sem linha e me mudei. Na mudanca, o plano antigo nao poderia ser transferido e eu ganhava uma linha guela abaixo. Esse plano SL super expecial de tecnologia nova era quase o dobro! E ai? Na epoca minha internet tinha 600kbps e era garantida. Depois disso a anatel permitou os 10% de banda. Hoje tenho 1M operando diariamente na faixa dos 100k (10%). A antiga de 600k era melhor.
      Agora quanto ao teu voto certo, veja isso:https://novaordempolitica.wordpress.com/2010/11/24/e-o-regime-continua/. Teu voto foi PMDB, o mesmo q compartilhava poder com PSDB. Por isso a politica macro nao mudou, so a micro, e o pobre so deixou de ser pobre. No resto a mer e a mesma.
      Alexandre, se tu me passar o link e os detalhes dessa lei q vai até 2012 eu monto um post sobre ela!

    • João Nilton Birnfeld disse:

      Alexandre, você tocou no ponto. O fhc criou o sistema das agências reguladoras, que nada mais são que entidades independentes, criadas para regular? o mercado, só que o governo não tem poder sobre elas, então foi uma forma de privatizar, dar aos estrangeiros, indiretamente. Um exemplo: o Paraná é o maior produtor de energio do Brasil. A Copel, teve que se dividir em 3 empresas, vender a energia para a ANEEl e recomprar por preço bem superior. Resultado, tivemos um grande aumento nas tarifas de energia no PR.
      E o pior de tudo, a Copel tem seu prazo de validade agora também. Caso a Aneel não renove, será extinta a concessão, quando todas as usinas da Copel foram construídas pela própria Copel, pagas e sem dívida.
      Um patrimônio do estado do PR, pode ser vendido caso não renovado pela Annel. Se isto não é o maior dos banditismos, então não sei o que né. Ponto.

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] is the original post: A economia fechada do Brasil « Nova ordem política Tweet This […]

  2. […] See original here: A economia fechada do Brasil « Nova ordem política […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Political Blogs - BlogCatalog Blog Directory

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

%d blogueiros gostam disto: