Combustível do rabo preso

Diminuir a quantidade de álcool à zero era o correto, mas foi apenas 2%. Correto mesmo era nunca ter iniciado esse papo de álcool. Chega de papo furado, pró-alcool, bio combustível, etanol, nada disso!

Chega de bulling com o povo!

Petrobrás vai sofrer por ter que importar? Olhando o quadro inteiro, quem consegue acreditar nisso?

Precisamos de algo que saia da mão dos engraçadinhos! Eletricidade está ficando cada dia mais viável.  Flex agora só gasolina e eletricidade (Híbrido) como o Ford Fusion. O carro é caro? Não é mais, o PT está ai dando uma mão.

Saiu no R7.

Dilma reduz mistura de álcool na
gasolina para frear preço

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta quinta-feira (28) uma medida provisória que diminui a mistura mínima de álcool na gasolina, de 20% para 18%, como forma de frear a escalada nos preços do combustível nos postos. A porcentagem máxima foi mantida em 25%.

A MP 532, que será publicada nesta sexta-feira (29) no Diário Oficial da União, também muda a classificação do etanol de “produto agrícola” para “combustível”, o que abre espaço para que a Agência Nacional de Petróleo e Gás regule a comercialização, a estocagem, a exportação e a importação do produto.

A diminuição da mistura de álcool anidro na gasolina tem impacto direto no preço do combustível, já que o álcool tem enfrentando uma forte alta nos últimos meses.

Na prática, essa medida prevê que, no caso de os preços aumentarem acima do esperado, o governo lance mão da estratégia de reduzir a mistura e aumentar a oferta de etanol no mercado.

Este ano, a alta no preço do açúcar fez com que os produtores destinassem mais cana para a produção desta matéria-prima, reduzindo a produção de etanol.

Falta de álcool A escassez do produto provocou a maior alta que o etanol já registrou em sua história, fazendo com que consumidores migrassem deste combustível para o consumo da gasolina. Em consequência, a Petrobras teve de importar gasolina para atender a essa demanda extraordinária.

Com a capacidade de refino próxima do seu limite, a Petrobras pode sofrer perversamente as consequências indiretas da MP editada pelo governo federal.

Isso porque a Petrobras conta com a mistura de 25% do etanol anidro à gasolina para atender o mercado doméstico com gasolina nacional. Se essa mistura for reduzida, pode ter que aumentar o volume de importação de gasolina.

Os mecanismos para isso ainda estão sendo estudados pela ANP. A reguladora terá os próximos 120 dias para finalizar o marco regulatório do etanol.

O governo também aproveitou a mesma medida provisória que tratou da adição de álcool anidro na gasolina para ampliar a atuação dos Correios. O texto permite que a empresa passe a atuar também na área de logística, serviços financeiros e digitais.

Anúncios
Comments
One Response to “Combustível do rabo preso”
Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] uma área que eles mais querem é esconder debaixo do tapete. Relembro minhas contas já mostradas aqui. Este último aumento da gasolina (de R$0,20, deste 41% é  imposto) se sustentado por 1 ano rende […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Political Blogs - BlogCatalog Blog Directory

    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

%d blogueiros gostam disto: